Os três paratletas do Instituto Terezinha Guilhermina garantiram a classificação para a fase final no Campeonato Brasileiro Loterias Caixas de Atletismo, entre os dias 27 e 29 de setembro, em São Paulo, no Centro de Treinamento Paralímpico Brasileiro (CTPB). Os paratletas garantiram a vaga para fase final após terminarem a 1ª e 2ª etapa do nacional entre os oito melhores do ranking.

Neste final de semana, em São Paulo, no CTPB, Adenilson Vicente (classe F-11: deficiência visual), Giovanni Bongiovani (classe T-37: paralisia cerebral) e Edevaldo Silva (classe F-44: amputação ou paralisia de membros inferiores ou superiores) conquistaram duas medalhas de 2º lugar.

O paratleta Adenilson Vicente fez a marca de 9 metros e 31 centímetros no arremesso de peso e conquistou a medalha de prata. Edevaldo Silva, detentor do recorde sul-americano, também ficou com a prata, no arremesso de dardo, atingindo 52 metros e 2 centímetros. Já o paratleta velocista, Giovanni Bongiovani, ficou na 5ª colocação nos 100 metros rasos e na 6ª colocação nos 200 metros rasos.

“Vamos intensificar os treinos técnicos para chegar na fase final com boas chances de conquistar as medalhas. Infelizmente, não atingi meu objetivo pessoal que era arremessar  próximo de 11 metros, mas temos mais de um mês para acertar os erros e ajustar a tecnica”, cita o presidente e paratleta do Instituto Terezinha Guilhermina, Adenilson Vicente.
O paratleta Edevaldo Silva e mais seis maringaenses integram a delegação brasileira, que participará dos jogos Parapan-Americanos, em Lima, no Peru, entre os dias 23 de agosto e 1º de setembro. O Brasil estará com mais de 500 integrantes entre paratletas, comissão técnica e staff.