O Santos comunicou, na noite desta terça-feira, o pedido de demissão do técnico Jorge Sampaoli. Através de suas redes sociais, o Peixe informou que o treinador argentino pediu o desligamento na reunião realizada na última segunda-feira.

Sampaoli foi anunciado no fim de 2018, com contrato até o final de 2020. Em rota de colisão com a diretoria, entretanto, decidiu por abreviar a sua passagem pelo Alvinegro Praiano.

Fora do Santos, Sampaoli fica livre para negociar com outro clube. O Palmeiras é quem mais demonstra interesse pelo treinador, para ocupar o cargo de Mano Menezes, demitido na reta final de Campeonato Brasileiro.

Sampaoli apresentou seu projeto esportivo à diretoria e estimou em cerca de R$ 100 milhões o investimento necessário para montar um elenco capaz de brigar pelo título da Copa Libertadores.

Com orçamento fora da realidade do clube, o presidente José Carlos Peres conversaria sobre o assunto com o Comitê de Gestão. Ainda assim, no fim da noite desta terça, o clube comunicou a saída do treinador.

Confira a nota oficial do Santos:

O Santos FC comunica que, na data de 09/12/2019, em reunião realizada pela manhã no CT Rei Pelé, o treinador Jorge Sampaoli pediu demissão do cargo.

Uma vez comunicada a demissão pelo treinador, Jorge Sampaoli, o caso foi entregue aos Departamentos Jurídico e de Recursos Humanos do Clube.

O Santos FC agradece ao treinador Jorge Sampaoli pelo trabalho realizado na temporada de 2019.